Arquivos

Votação
 Dê uma nota para meu blog

Outros links
 UOL - O melhor conteúdo
 BOL - E-mail grátis




M.M.A esporte calmo sem lesões
 


CÓDIGO DOS CAFAJESTES

 

    Nós, cafajestes profissionais, sempre reunidos para novas conquistas, destinados a nos embriagar e encarar a primeira, segunda, terceira... mulher de qualquer espécie que nos queira, em toda hora ou qualquer lugar, vimos promulgar, visando o bem estar dos nossos egos e a satisfação de nossa lasciva, o seguinte código dos cafajestes:

 

Título - I

Dos princípios fundamentais:

 

Art.1. . Não ter nenhum princípio.

Art.2. . Homem não trai, distrai-se.

Art.3. . Nunca se deve bater em uma mulher - ela pode gostar.

Art.4. . O que é bom a gente come e mostra; o que e ruim a gente não mostra, mas come. 

Art.5. . Figurinha repetida não completa album, mas serve para quando bater o desespero.

Art.6. . Mulher e que nem "Elma chips" - impossível comer uma só.

Art.7. . As velhas desculpas ainda colam:

    I- Só vou pôr a cabecinha meu amor. 

    II- Eu estava bêbado.

    III- Desculpe, mas não me lembro de você.

    IV- Vou comprar cigarro e já volto.

    V- Você é a única na minha vida.

    VI- Você vai acreditar na sua(eu) amiga(o) ou em mim? 

    VII- Meu amor ... eu te amo.

    VIII- Relaxe... eu não vou fazer nada que você não queira.

    IX- Prometo que não vou te trair de novo.

    X- Eu posso explicar...

    XI- Entenda... já estou me separando dela. 

Art.8. . Cafajeste não mente - omite.

Art.9. . Canta-se mulher no atacado para se pegar no varejo.

Art.10. Não tenha escrúpulos - seja cafajeste.

    d 1- Toda mulher gosta de sofrer.

    d 2- Elas adoram quando são feitas de chiclete. 

Art.11. Toda mulher é igual, só muda a pelagem.

Art.12. É obrigação de todo cafajeste abrir novos parques de diversões (ex-virgens).

Art.13. Mulher feia é que nem violino - vira a cara e passa a vara.

Art.14. Todo cafajeste tem que ter classe. 

Art.15. Toda e qualquer mulher é objeto de seu prazer.

Parágrafo único: Mulher é bem de necessidade pública.

Art.16. O que cair na rede é "Pexe".

Art.17. Cafajeste não se arrepende, diverte-se com o fatídico. 

Art.18. Esposa e Namorada não são sinônimos de fidelidade.

    d 1 - Cavalo amarrado também come capim.

    d 2 - As outras mulheres adoram cafajestes com namoradas, noivas, esposas e ou afins.

Art.19. Nunca deixar os amigos por uma namorada, salvo por alguns instantes, e com a finalidade de diminuir o nível de testosterona antes das conversas. 

Art.20. "Praga" e "Ranço" de ex-namoradas só saem com mulher feia.

Art.21. Biela é questão de tempo.

Parágrafo único: Mulher é fase, por isso aproveite as boas fases, e guarde algumas fêmeas para o período de vacas-magras. 

Art.22. Ex-namorada também serve como merenda nas horas de solidão.

Art.23. Não enjoe de mulher nenhuma, tenha sempre na agenda os telefones para "necessidades".

Parágrafo único: Convém, em alguns casos excepcionais, manter contato telefônico ao menos 1 (uma) vez ao mês, para lembrá-las que você as adoram, amam, etc. ..., e que "necessitam" delas. 

Art.24. VETADO

Art.25. Negue tudo até a morte, ela acaba acreditando.

Parágrafo único: Enquanto você ainda estiver vestindo com um  pé de meia há desculpa, caso não esteja mais, vale tentar para o fato de estar vestido com uma camisinha (se estiver). 

Art.26. Em casos de "necessidade", prometa tudo a uma mulher - elas adoram, acreditam, e acabam cedendo.

Art.27. É vetada qualquer recriminação ao cafajeste que embebedar uma mulher para pegá-la.

Art.28 . Carro não é "prostíbulo", mas pode ser motel.

Art.29. Seja prevenido - leve camisinha até para velórios - mulheres são geralmente frágeis e sentimentais.

Art.30. Não perdoe - vingue-se.

 

Título - II

Das considerações e desconsiderações:

 

Art. 31. Não se considera nenhuma mulher.

Art. 32. Homem não tem amigas, apenas as "consideram" um pouquinho mais.

    d 1 - Tal "consideração" merece algumas considerações:

    I - Se vacilar cai na vara. 

    II - Deve-se sempre tentar alguma coisa com elas.

    III - Converse algumas safadezas com elas - você saberá do que ela  gosta, e algum dia poderá ser útil.

    IV - A alegação de afinidades entre vocês poderá ser um bom método de convencimento. 

    d 2 - Considerar "mais" quanto amiga, não quer dizer maior consideração quanto mulher.

    d 3 - Não excetua-se o disposto nos artigos antecedentes, sobretudo o referido no Art. 7. , I ; VII; VIII.

Art. 33. Um cafajeste nunca trai o outro.

    d 1 - Deve-se sempre respeitar o amigo cafajeste

    d 2 - São todos cúmplices sem distinção de Ato, fato, ou motivo:

    I - Um nunca entrega o outro.

    II - Um sempre encoberta o outro. 

    III - A culpa nunca é do cafajeste agente, sempre do cúmplice amigo.

Art. 34. Se por uma breve falha de personalidade um ex-cafajeste amigo seu, comecar a namorar "sério", a namorada dele é homem.

Parágrafo único - Excetua-se da denominação "namorada":

    I - Mulher que ficou em festa.

    II - Merenda antiga.

    III - Cachorras e safadas.

    IV - Ex-namoradas

Art. 35. Na contagem do escore da noite, consideram-se, entre os cafajestes, a mesma mulher que eles ficaram na noite. 

Art. 36. Para o disposto nesta Lei, não se considera como mulher:

    I - Sua mãe;

    II - Mãe de seus amigos;

    III - Sua irmã.

Art. 37. Consideram-se como fêmea para os fins desta lei:

    I - Outras mães, sobretudo a de sua namorada; esposa; e ou afins; 

    II - Irmãs dos outros, inclusive as de seus amigos, prometendo-os, mesmo que não cumpra, que não fará com as irmãs deles, o mesmo que faz com as dos outros.

Art. 38. Prima não é parente.

Art. 39. Mulher é a parte da vagina que a gente não come.

Título - III

Das classes e classificações:

 

Art. 40. Existem 3 (três) classes de mulheres: As PUTAS; as FILHAS DA PUTA; e as PATAS.

    I - As PUTAS são aquelas que transam com todo mundo, até com você.

    II- As FILHAS DAS PUTAS são aquelas que transam com todo mundo, menos com você. 

    III - As PATAS são aquelas que só transam com você, e ficam pensando que são suas namoradas.

Art.41. Os cafajestes só pegam 3 (três) tipos de mulher:

    I - As nacionais;

    II - As estrangeiras;

    III - As extraterrestres.

 

Título - IV

Das cachaças e das biritas:

 

Art.41. Cafajeste não toma 1, quem toma uma é boiola.

Art.42. Todo cafajeste que se preza é biriteiro.

Art.43. É vedada toda e qualquer recriminação à barriga de cachaça do cafajeste.

Parágrafo único - Barriga de cachaça não é barriga - é calo sexual. 

Art.44. Tudo é licito quando se está embriagado.

Parágrafo único - Faça o que quiser, só nao dê a bunda. Ver titulo V com todas as suas atenuantes.

Art.45. Nunca deixe de beber com os outros cafajestes por causa de mulher. Vide Art. 19. 

Art.46. Mulher é consequência de cachaça bem tomada.

Art.47. Toda mulher merece Uma; Poucas merecem Duas; Nenhuma merece Três.

Art.48. Quando algum cafajeste amigo seu, não alcoolizado, te der um conselho, aceite, ele sabe o que diz, sobretudo no tocante a mulher que você quer libidinar.

 

Título - V

Das bozengas e mocréias:

 

Art.49. Considerar-se-a BOZENGA toda mulher rude, bestial, cujo semblante apresente deformação aberrante e permanente.

Art.50. As BOZENGAS e MOCRÉIAS serão divididas em grupos e subgrupos com as respectivas denominações: 

    I - Vassouras de bruxa;

    II - Belugas;

    III - Carnicas;

    IV - Demais denominações afins.

Art.51. Fica isento de punibilidade qualquer um que:

    d 1 - Pratique delito contra qualquer uma dessas criaturas. 

    d 2 - Caso o delito tiver ressonancia social, o agente concorrera ao "MÉRITO DO GRAN-CAFAGESTIS".

Parágrafo com redação determinada pela Lei 6969/98 .

Art.52. Causas excludentes de anti-juridicidade. 

    I - Elevado grau alcoolico.

    II - Ambiente favorável.

    III - Bestialidade absoluta do ser.

Art.53. Considera-se induzimento a erro essencial, aquele que para satisfazer interesse exclusos, induzir ao amigo a agarrar alguma dessas criaturas. 

    d 1 - O agente passivo está isento de culpa ou dolo.

    d 2 - O agente ativo perderá o titulo honorifico de "Cafajeste", sendo excluido das disposições desta Lei.

 

Disposições Finais:

 

Art.54. Mulher é o melhor ser do Universo. Nós não conseguiríamos viver sem elas, afinal de contas, quem iria lavar; passar; cozinhar e costurar para a gente?

Art.55. Acata-se disposições em contrário (diminui-se a concorrência). 

Art.56. Este código entra em vigor toda vez que um cafajeste começa a encher a cara e sua vigência vale até ele morgar



Escrito por RHINO - SNAKE às 17h32
[] [envie esta mensagem
] []





 

      Seria bom se pudesse fazer isto não e mesmo ??  

^_^

 

o quando a tecnologia desse mundo vai poder criar isto !!



Escrito por RHINO - SNAKE às 17h20
[] [envie esta mensagem
] []





Calmo sem lesões    ¬¬'    Tabom so um pouquinho !!



Escrito por RHINO - SNAKE às 17h09
[] [envie esta mensagem
] []





         Cara nen todos nesse campeonato são loucos de fazerem isto

ainda mais com essa meia calça de zebra

O_O'

 



Escrito por RHINO - SNAKE às 17h02
[] [envie esta mensagem
] []





UFC

U.F.C

 

(Ultimate Fighting Championship)

 

Origem

Os primeiros eventos eram torneios de 8 ou 16 homens promovidos pela organização de entretenimento Grupo Semaphore (SEG) em associação com a WOW Promotions (liderada por Art Davie e Rorion Gracie), onde os lutadores tinham que ganhar 3 lutas para se sagrarem o campeão do UFC. O primeiro evento foi realizado em 1993.

O UFC começou como o primeiro evento renomado de vale tudo em 1993. Com o intuito de descobrir o melhor lutador do mundo, não importava o estilo de artes marciais que ele praticava, inspirado no Vale Tudobrasileiro. Por possuir praticamente nenhuma regra (por exemplo, no primeiro UFC não era permitido apenas morder ou colocar os dedos nos olhos do oponente), o UFC era conhecido como No holds barred fighting (vale tudo ao pé da letra) e as lutas eram ocasionalmente violentas e brutais. Os primeiros UFC's eram menos esporte do que espetáculo, o que levou a acusações de brutalidade e "briga de galo humana".

Desde sua primeira edição, os eventos ocorrem em ringues com forma de octógono e fechados por uma grade.

O primeiro campeão do UFC foi Royce Gracie no UFC 1 em 1993.



Escrito por RHINO - SNAKE às 15h08
[] [envie esta mensagem
] []



 
  [ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]